sábado, 31 de dezembro de 2016

Pão de ló de Ovar



O Pão de ló de Ovar é um doce de excelência, com mais de 200 anos! A receita é feita somente com ovos (sobretudo gemas), açúcar e farinha. Depois de pronto, a massa deste pão de ló mantém-se húmida, deixando transbordar o seu característico recheio de ovos moles. Já estão a babar?! Acredito que sim, pois não é para menos :P 

Como esta é a minha última publicação (de 2016!!!) no blogue, quero desejar-vos uma ótima entrada no Novo Ano!!! Que 2017 seja um ano cheio de saúde e concretizações aos vários níveis para todos nós. 

E agora vamos lá à (deliciosa) receita... 




INGREDIENTES: 
  • 11 gemas 
  • 3 ovos 
  • 1 pitada de sal fino 
  • 200 g de açúcar 
  • 100 g de farinha de trigo sem fermento 

MODO DE PREPARAÇÃO: 
  • Pré-aqueça o forno a 185 ºC. 
  • Junte os ovos, as gemas e o sal. 
  • Comece a bater com a batedeira e vá juntando lentamente o açúcar. Bata mais ou menos 15 minutos até obter um creme bem fofo, esbranquiçado e com volume largamente superior ao inicial. 
  • Adicione a farinha peneirada aos poucos, mexendo à mão, de forma a envolver lentamente a farinha nos ovos batidos. 
  • Forre uma forma redonda e metálica (diâmetro 18-20 cm) com papel vegetal. 
  • Coloque a massa na forma e leve ao forno a cozer por 15 minutos. 
  • Desligue o forno após este tempo de cozedura e deixe a porta do forno aberta. Retire o bolo só quando o forno estiver frio. 

NOTAS
  1. A superfície do bolo deverá estar húmida, parecendo mesmo que a massa não está totalmente cozida. No entanto, o processo é mesmo assim. No dia seguinte, o pão de ló mantém a humidade característica, proporcionada pelo recheio de ovos moles. 
  2. Deve adequar o tempo de cozedura à forma usada e ao seu forno. 
  3. Se utilizar forma de barro (cozimento tradicional deste bolo), tenha em atenção que a massa precisará de mais tempo no forno (cerca de 45 minutos) e mesmo assim sairá numa forma semilíquida, acabando depois de cozer dentro do próprio barro. 

INFORMAÇÕES ADICIONAIS: 
  • tempo de preparação total: 40 minutos 
  • tempo de forno: 15 minutos 
  • dificuldade: média 
  • vegetariano: sim 
  • vegano: não 
  • apto para crianças: sim 
  • ingrediente principal: ovos/gemas 
  • nº de porções: 8 
  • prato: sobremesa, pão de ló húmido 
  • festividade: Natal, Ano Novo, Páscoa 


quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Molhos Heinz

A Heinz apresenta uma gama de molhos muito variada e completa: Molho de Alho, Cocktail, Picante, Churrasco, Caril e Manga, American Burger, 3 Pimentas e Gaucha Picante, num packaging e formato muito conveniente e prático em pet top down 220 mL. É uma marca norte americana, líder mundial de Ketchup e já com mais de 140 anos de existência! Especialista em molhos à base de tomate é uma marca histórica no Jerónimo Martins - Distribuição de Produtos de Consumo - sendo esta distribuída e comercializada em Portugal há mais de três décadas.


Saibam mais AQUI.


Recebi estes 4 molhos para experimentar. Apesar de já os conhecer "visualmente", ainda não tinha tido oportunidade para os provar. No entanto, rendi-me logo ao primeiro contacto com cada um. São bastante cremosos e muito saborosos!


MOLHO COCKTAIL
Ao famoso molho cocktail, a Heinz adiciona um toque de Xerez.
Delicioso complemento de peixes, mariscos, carnes, saladas e frango.


MOLHO DE ALHO
Um molho fresco e cremoso com pedaços de alho.
Ideal para carnes, peixe, saladas e batatas.


MOLHO DE CARIL E MANGA
Um molho frutado com manga, temperado com o sabor do caril.
Muito apropriado para pratos com frango, porco, peixe frio e saladas.


MOLHO 3 PIMENTAS
Molho cremoso preparado com pimenta preta, branca e verde.
Ideal para todo o tipo de carnes.


Estes molhos não têm conservantes nem corantes artificiais.

Experimentem!!!

Galette de coco



A época Natalícia (culpada!!!) traz sempre coisas boas!!! Galette é um termo usado na culinária francesa para designar vários tipos de bolos crocantes, lisos e redondos. Já vos tinha trazido esta deliciosa Galette des Rois [com recheio frangipane]. Desta vez, trago-vos uma galette de coco também ela bastante saborosa - Receita da revista TeleCulinária Dezembro 2016.


Esta galette fez parte da minha mesa de Natal, mas ainda vão muito a tempo de a fazer! Podem fazê-la para o Ano Novo ou mesmo para o Dia de Reis (ou em qualquer outra altura, pois sabe sempre bem).



INGREDIENTES:
  • 2 placas redondas de massa folhada fresca
  • 200 g de coco ralado
  • 100 g de açúcar
  • 100 g de manteiga à temperatura ambiente
  • 1 ovo
  • 1 ovo batido para pincelar
  • açúcar em pó q.b. para polvilhar

MODO DE PREPARAÇÃO:
  • Ligue o forno a 200 ºC.
  • Bata a manteiga com o açúcar até ficar um creme liso.
  • Junte o ovo e bata mais um pouco.
  • Adicione o coco e misture bem.
  • Estenda as placas de massa folhada.
  • Passe o tabuleiro de forno por água fria e coloque nele uma das placas de massa folhada (ou coloque a massa folhada em cima de papel vegetal).
  • Espalhe por cima da massa folhada a mistura de coco, deixando à volta um bordo com cerca de 2 cm.
  • Pincele essa margem com ovo batido e cubra com a outra placa de massa folhada, pressionando os bordos para que a massa fique bem colada.
  • Pincele toda a superfície da galette com o ovo batido restante e leve-a ao forno durante 25-30 minutos.
  • Retire, deixe arrefecer e sirva decorada a gosto. Por exemplo, polvilhe toda a sua superfície com açúcar em pó.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS:
  • tempo de preparação total: 50 minutos
  • tempo de forno: 25-30 minutos
  • dificuldade: fácil
  • vegetariano: sim
  • vegano: não
  • apto para crianças: sim 
  • ingrediente principal: coco
  • nº de porções: 8
  • prato: sobremesa, galette

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Parceria Dulcis



É com tristeza minha que comunico o término desta parceria. A Dulcis suspendeu as parcerias com os blogues de culinária, pelo menos por enquanto. Por isso, quero acreditar que seja apenas um “Até Já!”. Contudo, ainda sairão deste Recanto mais algumas receitas bem dulcis! Vejam só os magníficos produtos que me enviaram ;) Nem sei por qual começar, apetece fazer tudo!!!




Conheçam toda a gama de produtos Dulcis AQUI.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Doce de abóbora com nozes



Já é praxe dar mimos no Natal feitos por mim. Este ano o mimo escolhido foi este doce de abóbora com nozes. Espero que gostem tanto como eu... É delicioso! Não deixem de experimentar! Acompanha muito bem os queijos, nomeadamente o requeijão.




RECEITA

INGREDIENTES:
  • 1 Kg de abóbora (descascada e sem pevides)
  • 500 g de açúcar amarelo
  • casca de 1 laranja
  • 2 paus de canela
  • 25 g de Pectina Condi (1 saqueta)
  • 100 g de miolo de nozes

MODO DE PREPARAÇÃO:
  • Coza a abóbora, cortada em pequenos bocados, em água abundante com os paus de canela e a casca da laranja (15-20 minutos).
  • Retire os paus de canela e a casca da laranja e escorra a abóbora.
  • Adiciona à abóbora cozida, o açúcar e a pectina. Leve ao lume.
  • Em lume brando, deixe ferver durante 3 a 5 minutos, mexendo sempre.
  • Retire do lume e mexa durante 1 minuto fazendo dissolver a espuma.
  • Triture o doce com a varinha mágica até obtiver a consistência desejada. Atenção, este doce ao arrefecer torna-se mais espesso.
  • Junte o miolo de nozes, previamente triturado, envolva-o bem e verta o doce ainda quente em frascos.
  • Após ter fechado devidamente os frascos, coloque-os de tampa para baixo durante 5-10 minutos.
  • Para conservar mais tempo, por esterilização, coloque os frascos bem fechados numa panela com água (até 1/3 da altura dos frascos) e deixe ferver durante 10 minutos.
  • Mantenha o doce no frigorífico depois de aberto.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS:
  • tempo de preparação total: 45 minutos
  • tempo de fogão: 30-35 minutos 
  • dificuldade: fácil 
  • vegetariano: sim 
  • vegano: sim 
  • apto para crianças: sim 
  • ingrediente principal: abóbora 
  • nº de porções: 4 frascos de 250 mL 
  • prato: doce

Na mesa de Natal não pode faltar...



E chega ao fim o desafio "Na mesa de Natal não pode faltar..."! Ao longo destas últimas 4 semanas, desfilaram por aqui deliciosas sugestões bem natalícias. Espero que tenham gostado e que vos sirvam de inspiração. 
Agradeço o convite à Ana Casinha, anfitriã deste desafio. Gostei imenso! É caso para perguntar: Quando é o próximo?!
Parabéns às bloggers que nos brindaram com magníficas receitas! Ficamos com uma mesa de Natal repleta de doces maravilhosos!!! Foi um gosto conhecer um pouco mais as mentora dos blogues participantes.
Agora vamos estender a passadeira vermelha e degustar virtualmente este belo desfile de Natal...


A Casinha das Bolachas - Sonhos


As Minhas Perdições - Molotof de Caramelo


As Receitas da Mãe Galinha - Tarte de Amêndoa


O Prazer da Cozinha - Pudim Abade de Priscos


Cozinha Sem Segredos (As Receitas) - Bolo de Natal


Uma Pitada de Noz Moscada - Broas Doces de Batata Doce


O Diário da Inês - Arroz Doce


Cozinha pra 3 - Bolo-Rei


Creme de Avelãs - Arroz Doce


Receitas para a Felicidade - Aletria


Cozinha da Anita - Lampreia de Ovos


Bolboretas no Bandullo - Roscón de Chocolate


A Vida de Nessy - Brunhóis de Abóbora


No Conforto da Minha Cozinha - Coscorões


Recanto com Tempero - Rabanadas


Cromas da Cozinha - Torta de Laranja


Feliz Natal!!!

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Na mesa de Natal não pode faltar... Torta de Laranja!



E hoje chega ao fim o desafio natalício que anunciei AQUI! A lista de doces para a mesa de Natal fica completa com a sugestão da Carla, mentora do blogue "Cromas da Cozinha".


Na mesa de Natal da Carla não pode faltar uma torta de laranja! Eu adoro torta de laranja, ainda por cima esta receita da Carla é mais saudável, sem açúcar e sem glúten. Saibam tudo AQUI

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Na mesa de Natal não pode faltar... Rabanadas!



E hoje é a minha vez de trazer uma sugestão bem natalícia para o desafio que anunciei AQUI. Rabanadas ou as deliciosas Fatias Douradas, como lhes queiram chamar. Há por aqui fãs?
Antes de passar à receitinha, vou responder a um conjunto de questões que fazem parte deste desafio, de modo a conhecerem-me um pouco melhor.


Quem está por detrás deste blogue? 
O meu nome é Ana G. Neves. Sou Mãe de um menino lindo de 4 anos (a luz dos meus olhos!!!), esposa, dona de casa e professora de Físico-Química. Tenho 34 anos. Cresci em Ermesinde (distrito do Porto) e por cá fiquei até hoje. Sou prática, organizada, observadora, introspectiva e crítica. Mesmo não sendo muito expansiva, mostro-me afetuosa. Tenho temperamento tranquilo e laborioso. (Ou não fosse eu do signo virgem!)

Quando surgiu o gosto pela culinária?
Desde muito cedo que sempre gostei de cozinhar, especialmente bolos e sobremesas. Quando casei e passei a ser eu a tratar de todas as refeições, este gosto expandiu consideravelmente.

Quando e como surgiu o blogue?
O blogue Recanto com Tempero surgiu a 22 de Março de 2014. A ideia de criar um blogue já era antiga. Contudo, por falta de tempo e de alguma iniciativa (faltava aquele "empurrãozinho") esta ideia foi sendo adiada. Um dia, em conversa com uma amiga (Anabela, mentora do blogue Uma Pitada de Noz Moscada), que também tinha criado um blogue de culinária precisamente naquela altura, esse "empurrãozinho" aconteceu. Porque acredito que nada na vida acontece por acaso... 

Gostas desta época do ano? Se sim do que mais gostas? 
ADORO!!! Adoro o Natal, o espírito natalício, as decorações, as comidas desta época (especialmente os doces), estar com a família... Tudo! E desde que sou Mãe, ainda gosto mais! 

Existe algum ingrediente que te faça lembrar o Natal? Qual? 
Sim, sem dúvida a canela, dos meus ingredientes favoritos! E o gengibre (mais precisamente os biscoitos)! Ambos fazem-me lembrar logo o Natal. 

Costumas cozinhar no Natal? 
Nem por isso, pois não costumo passar o Natal em minha casa (ora passo na casa dos meus pais ora na casa dos meus sogros). No entanto, faço sempre alguns doces natalícios (não resisto!!!). 

O que nunca pode faltar na tua mesa de Natal para além de muito amor? 
Família!!! Infelizmente, é muito difícil juntar todos os familiares, falta sempre alguém... Nomeadamente, a minha irmã que vive na França. Um dia, espero conseguir realizar este (grande) sonho de ter a família TODA reunida na noite de Natal! Além da família, na minha mesa de Natal nunca pode faltar o bacalhau e os doces natalícios apreciados por todos nós, como, por exemplo, o Bolo de Natal (costumo ser eu a fazê-lo), o pão de ló (bem) húmido (e o seco também costuma estar presente), as orelhas de abade (semelhante aos coscorões), as rabanadas (de leite), o leite creme (um queimado e outro polvilhado com canela)... e estava aqui o dia todo a escrever :P 

Que receita vais partilhar e porque razão a escolheste? 
Vou partilhar um clássico que nunca pode faltar na nossa mesa de Natal: Rabanadas (também chamadas de fatias douradas). Aprendi a fazê-las com a minha Mãe. Normalmente, é ela que as faz para a nossa mesa de Natal e confesso que as dela ficam sempre melhores que as minhas :P (Ainda não descobri qual é o segredo!) 


Posto isto, vamos lá conhecer a receita das rabanadas que nunca faltam na minha mesa de Natal...



INGREDIENTES:
  • 1 pão de cacete de véspera 
  • 4 ovos 
  • 1 L de leite 
  • 120 g de açúcar 
  • 2 paus de canela 
  • 1 casca de limão 
  • óleo q.b. para fritar 
  • açúcar e canela em pó q.b. para polvilhar 

MODO DE PREPARAÇÃO:
  • Corte o cacete às fatias (não muito finas). 
  • Bata bem os ovos com um garfo. 
  • Leve ao lume o leite com o açúcar, os paus de canela e a casca de limão. Deixe ferver, em lume médio, durante 8-10 minutos. 
  • Retire o leite do lume, deixe-o arrefecer um pouco e depois rejeite os paus de canela e a casca de limão. 
  • Passe as fatias de pão pelo leite (deixe-as absorver bem o leite) e, de seguida, pelos ovos batidos. 
  • Frite-as em óleo bem quente, de ambos os lados, até ficarem alouradas. 
  • Escorra as rabanadas sobre papel absorvente antes de as colocar no prato de servir. 
  • Misture o açúcar com a canela em pó e depois polvilhe generosamente as rabanadas. 

Se quiser, em vez de polvilhar as rabanadas com a mistura de açúcar e canela, pode servi-las com uma calda. Para isso, leve ao lume 150 mL de água, 250 g de açúcar, 1 cálice de vinho do Porto, raspa de 1 laranja e 1 pau de canela. Deixe ferver durante 3-5 minutos.


INFORMAÇÕES ADICIONAIS: 
  • tempo de preparação total: 55 minutos 
  • tempo de fogão: 35 minutos 
  • dificuldade: fácil 
  • vegetariano: sim 
  • vegano: não 
  • apto para crianças: sim 
  • ingrediente principal: pão 
  • nº de porções: 10-12 
  • prato: rabanadas 
  • festividade: Natal 

Desejo a todos um...



terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Na mesa de Natal não pode faltar... Coscorões!



Hoje chega mais uma participação do desafio natalício que anunciei AQUI. A sugestão é da Sara Ramos, mentora do blogue "No conforto da minha cozinha".


Na mesa de Natal da Sara não pode faltar coscorões (receita da sua avó)! Daquelas receitas que quanto mais se come, mais apetece... Saibam tudo AQUI

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Na mesa de Natal não pode faltar... Brunhóis de Abóbora!



Acabamos de entrar na última semana do desafio natalício que publiquei AQUI. A sugestão de hoje é da Vanessa Fernandes, mentora do blogue "A vida de Nessy".


Na mesa de Natal da Vanessa não pode faltar brunhóis de abóbora! Saibam tudo AQUI

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Na mesa de Natal não pode faltar... Roscón de Chocolate!



Hoje é dia de mais uma participação no desafio natalício que publiquei AQUI. Terminamos esta semana com a sugestão da Diana e do David, mentores do blogue "Bolboretas no bandullo".


Na mesa de Natal da Diana e do David não pode faltar um delicioso roscón de chocolate! Saibam tudo AQUI.